Dieta Restrita, Alergia e Intolerância

Alergia é o mesmo que intolerância?

Glúten

São duas situações diferentes. Fala-se em alergia quando a reação adversa a um alimento desencadeia um mecanismo imunológico. “As reações podem ser leves, como uma coceira na pele, ou graves, como o choque anafilático, em que a vida é colocada em risco”, explica a médica especializada em alergias Loraine Landgraf, de Curitiba. Pode ser desencadeada por vários alimentos, porém os mais comuns são: leite de vaca, ovo, trigo, peixe e crustáceo. Para reverter o quadro alérgico, além de medicamentos específicos, é essencial suspender o consumo do alimento desencadeante. Menos grave, a intolerância provoca mal-estar, desconforto, gases e distensão abdominal e pode ser tratada apenas com ajustes na alimentação.

Glúten de jeito nenhum! 

Outra história é a doença celíaca, uma doença autoimune, desencadeada pelo glúten, que altera profundamente a textura da parede intestinal, prejudicando a absorção dos nutrientes. “A mucosa do intestino, que deveria ser enrugadinha, fica praticamente lisa ou atrofiada no grau quatro da doença, o mais avançado. E, com isso, a absorção dos macro e micronutrientes fica prejudicada”, explica Loraine Landgraf, médica especialista em alergia e imunologia, de Curitiba, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), regional Paraná. Resultado: a pessoa não ganha peso e tem sintomas como diarreias frequentes, inchaço abdominal e gases. A biópsia de intestino é o teste que confirma com 100% de certeza o diagnóstico da doença celíaca. Há ainda um exame de sangue que rastreia a presença de três anticorpos relacionados à doença.

Vai ser bom para você?
Quando os sintomas são muito acentuados, vale a pena você se submeter a um exame de sangue que detecte a intolerância à lactose. Consiste em três coletas

intervaladas de sangue: a primeira em jejum e as demais após o consumo de leite. “Mede-se a glicemia, isto é, o açúcar no sangue. Se aumentar, é porque o organismo digeriu a lactose. Se não, está caracterizada a intolerância”, explica Loraine.